Home » CrossFit » Balanço do Crossfit Games 2015

Balanço do Crossfit Games 2015

Balanço do Crossfit Games 2015 5.00/5 (100.00%) 1 voto

crossfit games 2015

Balanço do Crossfit Games 2015

Olá amantes da intensidade, o CrossFit Games 2015 foi polêmico!

Sim, teve de tudo e até o que não precisava! Os atletas sofreram e muito, tivemos inúmeras baixas, e de atletas que eram até favoritos! A Annie Thorisdottir, bi-campeã, teve insolação na prova do “Murph” com colete de 20lbs (1 milha corrida 100 barras 200 flexões 300 agachamentos 1 milha corrida), prova realizada ao meio dia, em pleno verão californiano! Até eu teria, imagina então ela que é da Islândia!?!

Outras baixas foram alguns estiramentos musculares ou pequenas fraturas de dedo do pé, essas coisas! Nada fora do normal para uma competição que busca o ser humano mais condicionado do planeta! No Iron Man por exemplo, as baixas são muito maiores, pelo google achamos estas pesquisas!

Murph games

O que aconteceu este ano de diferente foi que tivemos muito mais provas inesperadas do que os outros anos! O estilo “strongman” prevaleceu na maioria destas inesperadas provas como: a cangalha com corrida, o rolamento do “pig” (parecia uma geladeira, com mais de 200kg), carregamento de sacos de areia por escadas! Enfim, objetos alternativos em provas de força!

Outra novidade não desejável por muitos foi a prancha, parecida com a de Stand Up, para realizar uma travessia no mar! Queria saber que atleta treinou isso antes dos jogos? Acho que somente os australianos, que por sinal mandaram muito bem nas provas no mar!

Na final, tivemos uma parede de escalada com os pinos, algo que definitivamente, ninguém treinou! Foi uma coisa estilo Ninja Warior, que na minha opinião, foi meio over! As mulheres por exemplo, não conseguiram escalar!

Entendo o fator “inesperado” das provas, mas tem que testar muitas vezes antes! Acho eu que essa eles não testaram, e quando digo isso é: não testaram com atletas depois de 5 dias de competição e completamente fadigados!

crossfit games first event

Tivemos na final também a Assault Air Bike, uma ergométrica com resistência determinada pelo ar, e que é movida com a ação dos braços e pernas ao mesmo tempo, o que gera um desgaste energético absurdo, e isso sim tem tudo a ver com a proposta do CrossFit!

Muitos atletas já utilizam a air bike nos seus treinos, então não foi um fator inesperado, apesar de ser a primeira vez num CrossFit Games!

Conclusão de 2015 – provas extremamente difíceis, desgastantes, inesperadas e algumas exageradas! Particularmente, 2014 foi muito melhor tecnicamente!

O campeão de 2015 no masculino foi diferente depois de 4 anos de domínio do melhor atleta que já apareceu no CrossFit, Rich Froning, e que competiu por equipe em 2015! Este ano o experiente e novo ainda, Ben Smith, levou merecidamente! Já torcia por ele, pois admiro sua técnica e disciplina!

Ben SmithNo feminino, a briga foi até a ultima prova, e a Islândia mostrou que não produziu apenas uma campeã, na verdade 3 atletas de lá poderiam ter vencido o Games 2015! E a bela Katrín Daviosdottir levou o título de mulher mais condicionada do mundo! Eu diria que entre as 5 primeiras, a diferença de nível praticamente não existe! Foi muito equilibrado!

Katrin-Tanja-Davidsdottir

Nas categorias master e teens, tivemos disputas incríveis e que motivam qualquer um, principalmente quando vemos um “senhor” de 60 anos levantando peso, correndo, pulando muito melhor do que a maioria dos jovens de hoje em dia!

crossfi games master

E por ultimo, deixei pra falar das equipes! Lembra que citei acima que este ano o Froning competiu por equipes? Adivinha o que aconteceu?

O cara nasceu pro CrossFit! Não tinha os atletas mais fortes no seu time, não tinha mais que 1 ano de experiência com sua equipe, não estava nem entre os 10 primeiros no penúltimo dia de prova!

No ultimo dia, o time dele mandou ver e foi pra final em 3º! Na final, a parte que todo grande campeão adora, ele conduziu seus companheiros e fez todos darem seu supra máximo!

Froning, 4 vezes seguidas campeão no individual, e em 2015, campeão por equipe do CrossFit Games! Parabéns a este fenômeno do CrossFit!

Froning teamE você, já experimentou treinar este esporte? Saiba que os campeões são os que não desistem e enfrentam os desafios, independente do nível de condicionamento! Vem treinar e falamos!

Tiago Heck é um dos pioneiros do CrossFit nacional e nosso colunista. Ele é proprietário e Head Coach da CrossFit Sampa.

Siga ele no Instagram @tiagoheck

Sobre o(a) Colunista: Tiago Heck

Formado em Esporte/USP em 2002, especializado em fisioterapia músculo-esquelética e desportiva, Crossfit Level 1 Vancouver 2009, CrossFit Kids Course 2013, Gimnastic CrossFit Course 2013, certificação nível ODEPA em Levantamento de Peso Olímpico, coordenador dos Cursos LPI (Levantamento de Peso Integrado), coach da Crossfit Sampa atleta de CrossFit.

Palavras Chave

Add no TwitterTwitte Compartilhe com o FacebookCompartilhe